Mais um capítulo na saga do Fyre Festival

Mais um capítulo na saga do Fyre Festival

Por CONVIDADO THE GAME

por: Beatriz Partington

O evento que tinha tudo pra ser o mais luxuoso e ímpar festival de música, com line up de artistas e convidados, foi um dos maiores desastres de 2018.

O Fyre Festival, criação do músico Ja Rule e por Billy McFarland, foi um sucesso de marketing mas não de execução, resultando em um processo milionário e uma sentença de 6 anos para de seus fundadores, Billy, que acabou sendo exposto com outras ações irregulares. 

Além de todas as atrações que não rolaram, o merch do evento foi criado e será leiloado para ajudar com o pagamento de mais de 26 milhões de dólares em dívidas, com peças que de acordo com as entidades responsáveis, já conta com diversos interessados.

Imagens das peças, assim como os preços e data do leilão não foram divulgadas mas prometem virar assunto, tanto quanto o festival que não aconteceu.

Para quem não conseguir participar, parece que Ja Rule não se abalou e já tem planos para produzir um evento parecido, dessa vez chamado de ICONNic. Vale pagar para ver? 

O documentário sobre o Fyre Festival está disponível no Netflix e você encontra aqui.