Kanye West visita presidente de Uganda e presenteia dezenas de crianças com Yeezy Boost 350 V2

Kanye West visita presidente de Uganda e presenteia dezenas de crianças com Yeezy Boost 350 V2

Por STAFF THE GAME

Por Rodrigo Dhakor

Durante sua viagem à África para rejuvenescer suas energias e um dia após se encontrar com o presidente de Uganda, Yoweri Museveni, Kanye West, que está no país com a esposa Kim Kardashian e sua filha mais velha North West, em uma comitiva de negócios e gravando junto a Big Sean músicas e vídeos para seu próximo álbum intitulado Yandhi, vem fazendo suas "caridades" por onde passa e resolveu surpreender a todos enquanto visitava a UWESO, também conhecida como o Esforço das Mulheres de Uganda para Salvar os Órfãos, na cidade de Masulita, entidade que fornece moradia para crianças negligenciadas no país. A vila também serve como um centro de reabilitação para crianças que vivem nas ruas, que possui um rendimento nacional bruto de US $ 1820 (equivalente a R$ 6.800,00), de acordo com o banco de dados do Banco Mundial.

Kanye, Kim e sua comitiva foram levados de helicóptero da cidade de Chobe - onde eles se hospedaram - para o evento em Masulita, a cerca de 150 quilômetros de distância. Usando as roupas amarelo neon de alguma determinada campanha chamada "Salvando Vidas, transformando vidas", um boné roxo e calçando seu Yeezy 700, Kanye chegou fazendo rap para as crianças, que ficaram "alvoroçadas" ao ver o rapper e sua esposa Kim. As crianças cantaram, mas o "alvoroço" maior surgiu quando West e sua comitiva apareceram trazendo várias bolsas cheias de pares de Yeezy Boost 350 V2 novos em folha e começaram a distribuir um par de tênis para cada criança presente no evento do orfanato. 

(Fotos Kim Kardashian / Instagram) 

Apesar de prometerem que voltarão logo com materiais, recursos, professores, arquitetos e toda uma demanda para a reconstrução do orfanato e para a construção de escolas por todo país, a atitude do casal dividiu opiniões mundo a fora versando entre críticas e elogios, muitas pessoas nas redes sociais acusaram a dupla de ter dado os tênis como uma forma de "campanha apelativa de marketing", comentários como: "Kanye em Uganda?, está parecendo o homem menos sincero, explorador e procurando proveitos que eu já vi". E teve até quem se incomodou: "Kim colocando seu iPhone nos rostos das crianças e mostrando sua "generosidade" em dar Yeezys, parece ser forçado demais! "

Na segunda feira (15), quando estiveram com o presidente Museveni, Kanye e Kim o presentearam com um par do mesmo Yeezy Boost 350 V2, assinados por ambos e em troca ganharam do presidente nomes ugandenses, Kanye recebeu o nome “Kanyesigye”, que significa “eu confio”, enquanto Kim recebeu “Kemigisha”, que significa “aquela com bênçãos de Deus”, o presidente também deu aos dois um livro sobre o país, intitulado Uganda, Gifted By Nature. Segundo Musevani, o encontro rendeu discussões frutíferas sobre como promover o turismo e as artes de Uganda.  

(Fotos Yoweri Kaguta Museveni / Twitter)