A obra "Nike Tom Sachs Mars Yards 2.0"

A obra "Nike Tom Sachs Mars Yards 2.0"

Por STAFF THE GAME

Por Rodrigo Dhakor

Lançado em algumas partes do mundo no dia 08 de junho de 2017 e no dia 10 de agosto do mesmo ano no Brasil, e tudo cinco ano após o lançamento da primeira versão do Nike Craft Mars Yards , o Tênis  Nike Tom Sachs Mars Yards 2.0 foi um dos tênis mais hype e cobiçados do ano. Em 2012, o projeto Mars Yards, nasceu do trabalho conjunto entre a Nike, Tom Sachs e alguns cientistas da  NASA, a agência espacial dos EUA, o tênis automaticamente virou objeto de desejo de muita gente. Sachs e os designers da Nike tinham como propósito com a collab criar um calçado para o engenheiro da Nasa, Tommaso Rivellini, engenheiro mecânico no Laboratório de Propulsão a Jato de Pasadena, Califórnia, e que trabalha no laboratório de camisetas, jeans e tênis. Tommaso foi o engenheiro que criou o Airbag do Mars Rover de 1997 e 2004.

Durante o teste da primeira versão do tênis, Sachs descobriu que haviam restrições nas estruturas do NikeCraft e começou a refinar o projeto junto aos projetistas da Nike, para garantir maior durabilidade ao calçado. O cabedal do modelo 2.0 uniu materiais como camurça e as combinações de cores chamadas de “Natural”, “Maple” e “Sport Red”, substituíram o Vectran original por uma malha especial de tricô em poliéster. O material novo foi empregado para proteger a energia, e assim reduzir as calorias. Como tuas vermelhas foram fixadas com pontos ainda mais firmes. A sole externa foi protuberâncias, foi retirado para uso nas condições desérticas do Jardim Mars. Agora a sole do 2.0 Foram inseridas as botas das forças especiais da Nike (SFB), e invertida para adequar-se aos ambientes urbanos, assim como os agentes acidentados como os simulados para a execução do Mars Yard. Além disso, uma versão 2.0 tem duas palmilhas, malha e cortiça, ideais para usar o tênis sem meia. Outro detalhe está na caixa, que tem o frase "esse tênis deve ser usado por você e apenas por você", expressando a vontade de Sachs em fazer com que o colecionador realmente coloque o tênis na rua.

(Fotos Nike Craft)

O resultado foi um novo e aprimorado Nike Craft Mars Yard 2.0, e sua construção foi classificada por Sachs como "a indicativa do espírito de desenho compartilhado entre ele e a Nike, trabalhando para promover o potencial humano, acreditando que não há linha de chegada". Um experimento antigo, o Tênis Nike Mars Yard original foi inspirado nas mentes mais acrobáticas da indústria aeroespacial. Criado para expressar o espírito curioso e a inevitável odisseia do homem ao Planeta Vermelho, o Mars Yard 2.0 nada mais, ressurgiu como um upgrade de materiais.

(Fotos Nike)

Depois de grandes desafios para se conseguir um par do sneaker nos Estados Unidos e de toda disputadas de vendas em resellers em outros países, a ótima notícia foi a divulgação que o tênis chegaria ao Brasil pelo site da Nike e em outros revendedores autorizados. Lá fora o tênis foi vendido no ecommerce pelo preço de US$ 200,00 (aproximadamente R$ 742,00), já aqui no Brasil os 60 pares que chegaram, foram vendidos por R$ 799,90. Hoje ainda é fácil encontrar o sneaker por canais de resell, por preços bem maiores do que do lançamento oficial.