Executivo do Instagram explica como funciona o algoritmo da plataforma

Executivo do Instagram explica como funciona o algoritmo da plataforma

Por RODRIGO DHAKOR

No último dia 08 de Junho, o responsável pelo Instagram, Adam Mosseri, compartilhou um postagem do blog de como funciona o algoritmo do Instagram.

No post, Mosseri quer responder a perguntas como: “Como o Instagram decide o que aparece primeiro para mim?”; “Por que algumas das minhas postagens têm mais visualizações do que outras?”; e “Como o Instagram decide o que me mostrar no Explorar?”

Mosseri diz que o principal “equívoco” é sobre o algoritmo do Instagram, que na verdade é “uma variedade de algoritmos, classificadores e processos, cada um com sua própria finalidade”.

Cada parte do aplicativo – Feed, Explore, Reels – usa seu próprio algoritmo adaptado para como as pessoas o usam. As pessoas tendem a procurar seus amigos mais próximos nas Histórias, mas querem descobrir algo totalmente novo no Explorar. Classificamos as coisas de maneira diferente em diferentes partes do aplicativo, com base em como as pessoas as usam.

Sobre o Instagram Feed and Stories, o chefe do aplicativo diz que o Instagram foca nas postagens das pessoas que você segue. Com as informações sobre o que foi postado, as pessoas que fizeram essas postagens e as preferências do usuário, o aplicativo encontra “sinais”. Estes são os sinais que o Instagram usa em ordem de importância:

  • Informações sobre a postagem. Esses são sinais sobre o quão popular uma postagem é – pense em quantas pessoas gostaram dela – e informações mais mundanas sobre o conteúdo em si, como quando foi postado, quanto tempo dura se for um vídeo e qual local, se houver, foi anexado a ele.
  • Informações sobre a pessoa que postou. Isso nos ajuda a ter uma noção de como a pessoa pode ser interessante para você e inclui sinais como quantas vezes as pessoas interagiram com essa pessoa nas últimas semanas.
  • Sua atividade. Isso nos ajuda a entender no que você pode estar interessado e inclui sinais como quantas postagens você gostou.
  • Sua história de interação com alguém. Isso nos dá uma ideia de como você geralmente está interessado em ver as postagens de uma pessoa em particular. Um exemplo é se vocês comentam ou não as postagens uns dos outros.

(Foto: Getty Images)

Ele diz que o Instagram tenta evitar mostrar muitas postagens da mesma pessoa em sequência. Outro exemplo é sobre histórias que foram compartilhadas de novo do feed:

Até recentemente, valorizávamos menos essas histórias, porque ouvimos consistentemente que as pessoas estão mais interessadas em ver histórias originais. Mas vemos uma onda de postagens compartilhadas em grandes momentos – desde a Copa do Mundo até a agitação social – e nesses momentos as pessoas esperavam que suas histórias alcançassem mais pessoas do que eles, então paramos.

Mosseri também explica o que o Instagram usa para classificar as postagens na página Explorar e na seção Momentos. Para melhor “treinar” os algoritmos, aqui estão algumas dicas:

  • Escolha seus amigos próximos;
  • Silencie as pessoas nas quais você não está interessado;
  • Marque as postagens recomendadas como “Não tenho interesse”.
O esclarecimento no blog provavelmente é uma tentativa de abordar rumores de que o algoritmo do Instagram esconde ou “shadowbanning” conteúdos e certos usuários. Pelo que Mosseri indicou, o Instagram pretende publicar mais explicações sobre os processos internos do app no futuro.

 


✔️ Produto adicionado com sucesso.