Responsável por Supreme, Vans e North Face é alvo de ataque cibernético

Responsável por Supreme, Vans e North Face é alvo de ataque cibernético

VF Corporation, dona de marcas como Supreme, Vans, Timberland e The North Face, divulgou um incidente de segurança que causou interrupções operacionais. A empresa de vestuário possui sede no Colorado, emprega 35 mil pessoas e tem uma receita anual de U$ 11,6 bilhões (aprox. R$ 56,4 bi). Além das grifes já mencionadas, a companhia possui outras nove marcas reconhecidas globalmente, como a Dickies, Eastpak, Kipling, Napapijri, AND1, JanSport, Icebreaker, Altra Running e SmartWool.

Em um comunicado feito na sexta-feira, (15), por meio do formulário 8-K, amplamente utilizado para notificar à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos e investidores sobre alterações e fatos relevantes dentro de uma companhia, a VF informou os acionistas sobre um ataque cibernético ocorrido no dia 13, quarta-feira passada.

Em resposta ao acesso não autorizado detectado em sua rede, a empresa desligou alguns de seus sistemas e trouxe especialistas para ajudar a conter o ataque. No entanto, os hackers conseguiram criptografar alguns computadores da empresa e roubaram dados pessoais. “O hacker interrompeu as operações de negócios da empresa criptografando alguns sistemas de TI e roubou dados da empresa, incluindo dados pessoais”, alertou a VF Corp.

Não está claro se os dados roubados dizem respeito a funcionários, fornecedores, revendedores, parceiros ou clientes.

(Foto: Getty Images)

Embora o ataque tenha todas as características de um ataque de ransomware, até o momento nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo incidente. O impacto na operação da empresa é significativo e espera-se que tenha um efeito duradouro no negócio.

“A empresa está trabalhando para trazer de volta o perfeito funcionamento das partes afetadas de seus sistemas de TI e pretende implementar soluções alternativas para certas operações off-line com o objetivo de reduzir a interrupção de sua capacidade de atender os consumidores, varejo e comércio eletrônico de suas marcas.”, diz o documento envia à SEC.

A VF Corp diz que suas lojas físicas de varejo operam normalmente em todo o mundo. 

“Neste momento, as lojas operadas pelo grupo VF estão abertas e os consumidores podem comprar os produtos e artigos disponíveis normalmente, mas podemos passar por certas disrupções operacionais”, diz o comunicado da VF Corporation para o site Engadget.

Sobre as limitações causadas pelo ciberataque, a VF Corporation também deixou claro aos seus clientes que “neste momento, os consumidores também são capazes de realizar compras online na maioria dos sites de suas marcas a nível global. No entanto, a capacidade do grupo em atender a demanda pode ser impactada".

Confira o comunicado da empresa feito à SEC na sexta-feira, 15, por meio do formulário 8-K