Lil Wayne processa empresa que colocou seu livro de rimas à venda

Lil Wayne processa empresa que colocou seu livro de rimas à venda

Por CONVIDADO THE GAME

Por Felipe Bichara

Se você é fã do Lil Wayne e tem $ 250.000 dólares na conta, pasme: você pode ter acesso ao seu caderno de rimas, feito enquanto jovem, ainda com 17 anos. Apesar de antigo, há boatos que o livro de 1999 conta com contribuições como “We on Fire” e “I feel it”.

O proprietário não identificado, explica que achou o item depois de ser encarregado de limpar um carro comprado da Cash Money Records (selo musical do artista) e depois o armazenou em sua garagem. O sortudo não achou apenas o livro, mas uma série de itens que pertenciam à gravadora.

Além disso, o homem que achou as peças afirma que os achados estão um pouco danificados, devido ao furacão katrina, que alagou e destruiu regiões dos EUA. Apesar de danificados, isso não importa nem um pouco a Lil Wayne, que os quer de volta.

O rapper não está nem um pouco de acordo com a venda de seu material de trabalho antigo. Segundo fontes, a equipe jurídica do músico enviou uma carta à Moments in Time (empresa responsável pela venda de itens históricos) alegando que Wayne é o dono legítimo do caderno, portanto, eles não tem permissão para arrecadar dinheiro com o item.

O dono da empresa Gary Zimet, diz que, caso queira de volta, terá que gastar o valor normal de venda, em torno de 250 mil dólares. Embora o fundador da YMCMb não tenha problemas financeiros para comprar seu livro de volta, ele acredita que isso não faz sentido e, por isso, avançará com as ações jurídicas contra a empresa de leilões.

O futuro do livro ainda é incerto e só nos resta acompanhar os próximos capítulos da história, já que o redator que vos escreve ainda não tem 250 mil dólares sobrando no banco.