Conselho De Designers De Moda Dos EUA (CFDA) Anuncia Iniciativas Anti-Racistas Para A Indústria Da Moda

Conselho De Designers De Moda Dos EUA (CFDA) Anuncia Iniciativas Anti-Racistas Para A Indústria Da Moda

Por Matheus Castro

O Conselho De Designers De Moda Dos Estados Unidos anunciou um plano com séries de ações com o objetivo de combater o racismo sistemático presente na indústria da moda. Em nota co-assinada pelo designer Tom Ford (Presidente Do Conselho De Administração) e Steven Kolb (Presidente e CEO), os pontos citados abaixo serão implantados imediatamente:

Um programa interno de emprego: “O CFDA criará um programa interno de emprego especificamente encarregado de colocar talentos negros em todos os setores da indústria da moda para ajudar a alcançar uma indústria racialmente equilibrada. Este programa terá a tarefa de identificar criativos negros e emparelhar esses indivíduos com empresas que desejam contratar. ”

Um programa de orientação: "O CFDA também criará um programa de orientação e um programa de estágio focado em colocar estudantes negros e recém-formados em empresas estabelecidas no setor da moda".

Treinamento em diversidade e inclusão: “O CFDA implementará e disponibilizará aos nossos membros um programa de treinamento em diversidade e inclusão.”

Angariação de fundos: “Faremos contribuições imediatas e realizaremos atividades de angariação de fundos em apoio a organizações de caridade destinadas a igualar o campo de jogo da comunidade negra, assim como, mas não se limitando à NAACP e à Campanha Zero - entre outras.” 

O CFDA também pede para que todos os seus membros "façam um balanço de suas estruturas corporativas" para assegurar uma mão de obra racialmente balanceada e estimula que os varejistas façam o mesmo em termos de marca e produto.