Tudo que você precisa saber sobre o desfile da Louis Vuitton outono/inverno 22/23

Tudo que você precisa saber sobre o desfile da Louis Vuitton outono/inverno 22/23

Por RODRIGO DHAKOR

Uma celebração do imenso legado deixado por Virgil Abloh. Foi com essa proposta que a Louis Vuitton apresentou a coleção de outono/inverno 2022 na Paris Fashion Week. Intitulado "Louis Dreamhouse", o desfile foi o último trabalho desenvolvido pelo designer antes do seu falecimento, em novembro de 2021.

À frente da grife francesa desde 2018, Virgil Abloh desenvolveu um trabalho que extrapolou as fronteiras da moda. O resultado da sua enorme contribuição pôde ser conferido na oitava e última coleção desenvolvida por ele para a linha masculina da maison.

Antes de sua morte, Virgil cuidou de todos os detalhes dessa nova coleção. De acordo com Michael Burke, presidente da Louis Vuitton, ele deixou “95% do trabalho pronto”.

O desfile apresentou uma coleção com todas as principais características do trabalho de Virgil Abloh à frente da marca. De uma maneira surrealista e – por que não? – lúdica, o Abloh entregou uma apresentação que evidencia seu legado.

Entre os destaques, está o luxo subversivo, em referência à arte de rua; as estampas florais e coloridas; bem como o uso de cintos-bolsas com fivelas que chamaram a atenção. 

Toda a concepção do desfile fez parte do que a marca chamava de “Ideologia da Infância” de Abloh. A proposta era ver o mundo com os olhos de uma criança. “Por meio dessa lente, a membrana entre realidade e imaginação é inexistente. Os sonhos podem se tornar realidade”, explicou a Louis Vuitton em nota sobre a coleção.

(Foto: Getty Images / Francois Durand)

A partir do cenário azul-celeste, apelidado de "Louis Dreamhouse", modelos, dançarinos e uma orquestra se uniram para uma performance que homenageou Virgil Abloh. O reconhecimento veio por meio da ovação emocionada na presença da esposa do designer, Shannon, e nomes como J Balvin, Victor Cruz, Naomi Campbell, Venus Williams e Tyler, the Creator, que ficou responsável pela trilha sonora do desfile.

(Fotos: Getty Images / Stephane Cardinale - Corbis/ Pascal Le Segretain / Estrop)

Quase tão marcante quanto o design das peças, é o styling de Ib Kamara. O image maker do momento conseguiu deixar a visão de Virgil Abloh extremamente clara. Eles trabalharam juntos desde a coleção de Inverno 21 e, para o Inverno 23, Ib trabalhou novamente elementos de styling como os chapéus e gorros com pontas que assemelham a orelhas de animais, usa as luvas para criar um efeito de alongamento para as mangas, sobrepões peças nas mesmas cores e estampas criando criando um efeito de camuflagem. Os bonés de abas retas, usados levemente de lado remontam à infância e adolescência do próprio Virgil. Ib Kamara conseguiu deixar a visão de Virgil Abloh extremamente clara.

(Foto: Getty Images / Dominique Charriau)

Os acessórios e, principalmente, as bolsas e sneakers, como o Louis Vuitton x Nike Air Force 1, continuam como grande destaque e item de desejo nesta coleção – se falando de Louis Vuitton, não poderia ser diferente. Para as bolsas, destaque para o modelo Keepall, que recebe uma reedição no monograma Damier toda vazada, as maletas surrealistas com formato curvado e as bolsas acolchoadas. Nos calçados, um novo modelo de sneaker é apresentado, e a maior novidade para a marca são as botas de cano alto e salto.

(Foto: Getty Images / Pascal Le Segretain)

Se o desfile de verão apresentando em Miami em dezembro passado foi como uma despedida a Virgil Abloh, neste desfile e coleção, o tom é de celebração ao legado do artista que fez do exclusivo inclusivo. O final com uma seleção de looks brancos dotados de asas toma as passarelas como anjos. Mas os anjos de Virgil Abloh não são como anjos comuns, ele voam com suas asas pontudas e ousadas.

Assista abaixo o desfile de Inverno 22/23 da Louis Vuitton e veja a homenagem a Virgil Abloh:


✔️ Produto adicionado com sucesso.