Coronavírus pressiona digitalização e lança possível nova era da tecnologia

Coronavírus pressiona digitalização e lança possível nova era da tecnologia

Por RODRIGO DHAKOR

A vida deverá voltar ao normal? Eis a pergunta que não quer calar depois que a crise em relação a pandemia da COVID-19 mudou nossa maneira de pensar, forçando-nos a focar na sobrevivência e nas soluções.

Em vez de se tornar vítima da histeria em massa, pessoas normais, não os super-heróis, estão intensificando, arriscando e criando ordem a partir do caos, e a pandemia removeu obstáculos que há muito prendiam as empresas à maneira tradicional de fazer negócios.

No passado, devido ao medo de mudanças, os avanços tecnológicos ultrapassavam a adoção dos negócios. Já, nos últimos meses, as empresas mudaram rapidamente (sem temer as consequências) e os resultados foram extremamente positivos.

As políticas de isolamento social resultaram em comunidades virtuais vibrantes, com metas mensuráveis e focadas em resultados. Muitas empresas tornaram-se virtuais em poucos dias, sem perder mercadorias ou desapontar um cliente.

(Foto Getty Images)

Com isso, o futuro da tecnologia está sendo empolgante, com maior demanda por inovação e gerentes dispostos a mudar, e está pode ser a era de ouro da tecnologia.

Os trabalhos de tecnologia estão em uma trajetória de alto crescimento. Em 2019, o Bureau of Labor Statistics (unidade do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, principal agência de apuração de fatos do governo no amplo campo da economia e estatística do trabalho, e que serve como agência principal do Sistema Estatístico Federal americano) previu que, em 2020, veríamos um crescimento de 12% em empregos com tecnologia com alto salário e potencial de crescimento.

Desde o surgimento do novo coronavírus, a demanda por empregos em tecnologia está aumentando a uma taxa mais rápida do que em 2019. Isso sugere que as empresas estão prontas, dispostas e capazes de utilizar tecnologia, colaboração, automação e Inteligência Artificial (IA).

O impulso da tecnologia é uma indicação de melhores resultados e uma força de que o trabalho virtual aumenta o pool de talentos disponíveis e alimenta a economia. Isso ocorre porque as empresas podem contratar por projeto, enquanto os funcionários mantêm a flexibilidade, tornando a tecnologia uma indústria caseira.

(Foto Getty Images)

A pandemia acelerou o tempo de retirada e colocação no mercado. O distanciamento social criou a necessidade de realidade virtual para fornecer informações sob demanda. Os tecnólogos que podem pensar de maneira inovadora estarão inventando aplicativos para manter os negócios viáveis.

Seguir o virtual e permanecer virtual, desde que a empresa investia nas ferramentas de infraestrutura, segurança e colaboração, produzirá resultados. O virtual está aqui para ficar.

Concentre-se em adequar a tecnologia existente às necessidades da empresa. Enquanto as ocupações mudam lentamente, as tarefas podem ser reorganizadas rapidamente. Os tecnólogos podem redesenhar rapidamente os processos de negócios para melhorar as interações e o fluxo de trabalho dos clientes.

Além da mudança de emprego, estamos começando a ver pequenas mudanças na força de trabalho, com a mídia mudando a percepção da tecnologia. Pessoas que antes tinham pouco apetite por matemática, consomem projeções, entendem a curva e falam números que se tornaram o elemento principal das notícias. 

Cientistas e analistas de dados concentram esforços para monitorar a pandemia e estão criando uma imagem de tecnólogos que não são geeks e nerds trabalhando em segundo plano; eles são homens e mulheres de todas as origens lutando juntos para encontrar uma cura. 

Em apenas alguns meses, a tecnologia transformou os negócios, otimizando as operações e criando maneiras de se conectar virtualmente. As empresas estão reconhecendo a vantagem do trabalho remoto - o desempenho está aumentando, criando clientes e funcionários felizes. As empresas planejam seu caminho para a recuperação com tecnologia.

À medida que as pessoas entram novamente na força de trabalho, podemos observar um aumento no empreendedorismo, nos trabalhadores da gig economy e nos tecnólogos.

Então (tecnologicamente) respondendo a pergunta inicial, caso a vida não volte ao normal, acostume sua mentalidade digital e seja bem-vindo (a) à nova era da tecnologia.