Empresa brasileira lança tecnologia antiviral para solado de calçados

Empresa brasileira lança tecnologia antiviral para solado de calçados

Por RODRIGO DHAKOR

Com a evolução do contágio pelo novo coronavírus no país, os brasileiros adquiriram um novo hábito: retirar o calçado ao entrar em casa. Isso se deve ao receio de que o solado possa estar contaminado com o vírus, sendo veículo para contaminação dentro de casa. 

Com a função de garantir ação antiviral permanente, a empresa gaúcha FCC, conhecida por utilizar a ciência dos materiais para atender diversos mercados, acaba de propor uma nova tecnologia, o lançamento do FCC ANTIViral, que consiste em uma linha de elastômeros termoplásticos com propriedades virucida (qualquer agente físico ou químico que desativa, neutraliza ou destrói vírus).

A FCC foi fundada em 1969 e atende diversos segmentos comerciais, desde carros à indústria dos calçados, móveis e utilidades domésticas, produzindo materiais tecnológicos, como os novos elastômeros termoplásticos da linha FCC Antiviral. A gama de materiais fabricados pela empresa inclui adesivos, vedantes, argamassas poliméricas e poliureia.

O termoplástico com ação antiviral tem atributos que fazem com que o DNA/RNA viral reduza sua capacidade infecciosa, e consegue inativar vírus envelopados, como os vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

(Foto FCC)

"Ele previne de maneira permanente, mesmo depois de inúmeras lavagens, a contaminação cruzada entre o termoplástico e o usuário, evitando assim que o solado seja um veículo de transmissão do vírus", explica Júlio Schmitt, diretor de inovação da FCC.

A eficácia virucida do composto foi testada em laboratório externo, com base na norma ISO 21702 (Measurement of antiviral activity on plastics and other non-porous surfaces).

A ideia do desenvolvimento surgiu a partir da observação dos novos comportamentos e hábitos relacionados à higiene, decorrentes da pandemia.

(Foto Getty Images)

"Vimos que surgiram novas necessidades por parte dos consumidores e imaginamos que no mercado de calçados não seria diferente. Por isso, nos antecipamos e desenvolvemos uma nova tecnologia que está totalmente conectada a essas necessidades", afirma Schmitt.

Segundo a marca, a linha de termoplásticos FCC ANTIViral traz ao mercado brasileiro a primeira solução antiviral para a produção de solas de calçados.

Não há detalhes sobre o lançamento, mas a empresa garante que tudo estará disponível o mais breve possível.