Globo e Google se juntam em parceria ambiciosa de tecnologia

Globo e Google se juntam em parceria ambiciosa de tecnologia

Por RODRIGO DHAKOR

Globo mostrou que está entrando com um investimento pesado em alta tecnologia quando anunciou na quarta-feira (7) sua parceria com o Google Cloud que permitirá à emissora ter acesso a tecnologias da gigante da internet.

Essa parceria pode mudar a forma como se consome e produz em TV aberta e Streaming. A Globo vai usar os serviços de armazenamento na nuvem e compartilhar competências do Google em inteligência artificial e machine learning para modernizar suas operações.

Dessa forma, a Globo espera bater novos recordes de votação na sua plataforma online Gshow no Big Brother Brasil, um dos programas de maior audiência da televisão aberta do Brasil.

A parceria foi definida como um acordo de “co-inovação tecnológica”, em que ambas as empresas trabalharão juntas em buscas de soluções inéditas no mercado. 

 

O acordo com o Google tem previsão de durar sete anos e se insere na ambição da Globo de se transformar em uma empresa “media tech” no Brasil. Nos próximos dois anos, a Globo vai migrar para os servidores do Google todos os dados que mantém em datacenter próprio, na zona oeste do Rio. Assim, a Globo vai armazenar todo o seu acervo de produção audiovisual em nuvem.

“A nuvem permite elasticidade [no consumo de servidores]. Você pode provisionar recursos de acordo com o tamanho de sua demanda”, justificou Raymundo Barros, diretor de Estratégia e Tecnologia da Globo.

Além disso, essa tecnologia também será usada no mundo do esporte e em transmissões ao vivo. Em breve, jogos de futebol serão gerados por meio da estrutura do Google. “Aqueles grandes caminhões que a gente costuma levar para os estádios vão ficar obsoletos. Vamos precisar apenas de uma van com um datacenter que conecta câmeras e microfones. E os técnicos, diretores e apresentadores poderão estar trabalhando em suas próprias casas”, exemplificou Barros.

Com essas aplicações de inteligência artificial e machine learning do Google, o streaming Globoplay também ficará muito mais personalizado, como já é a home da concorrente Netflix por exemplo.

A área de publicidade da Globo também se beneficia dessa parceria, com a interação entre TV aberta e internet, a emissora quer fazer entrega de mídia programática, já que com a Google a Globo vai poder conhecer melhor cada um de seus mais de 100 milhões de telespectadores/usuários.


✔️ Produto adicionado com sucesso.