Lyft oferece aos clientes gratuidade para entrevista de empregos e treinamento profissional

Lyft oferece aos clientes gratuidade para entrevista de empregos e treinamento profissional

Por RODRIGO DHAKOR

Por Rodrigo Dhakor

A Lyft anunciou um Programa de Acesso a Empregos que oferece caronas gratuitas aos clientes que comprovem estar indo para entrevistas de emprego e treinamentos. Sendo assim uma ótima oportunidade para quem geralmente está com pouco dinheiro, procura um emprego ou ainda não recebeu o primeiro salário.

O Programa de Acesso a Empregos do aplicativo de compartilhamento de carona é uma nova iniciativa que visa reduzir as brechas de transporte de curto prazo relacionadas ao acesso a empregos e treinamento profissional. 

A Lyft afirma que, para os desempregados, o transporte confiável para uma entrevista de emprego ou para as primeiras semanas de trabalho pode significar a diferença entre um emprego bem-sucedido a longo prazo de uma oportunidade perdida. Por isso, eles formaram uma parceria com várias organizações dedicadas ao desenvolvimento da força do trabalho, a fim de oferecer esse processo de viagens gratuitas ou com desconto para as pessoas que percorrem o caminho do emprego.

(Fotos ABC)

O programa se concentrará em três intervenções-chave entre as diretrizes do fluxo de emprego, críticas para o sucesso individual e também onde o transporte pode desempenhar um papel importante:

  • Passeios / Viagem para programas de treinamento profissional;

  • Passeios / Viagem para entrevistas de emprego;

  • Condução de / para as três primeiras semanas de trabalho , até que o indivíduo receba seu primeiro salário e comece a pagar por seu próprio transporte. 

O Programa de Acesso a Empregos faz parte do compromisso de longa data da Lyft em oferecer viagens gratuitas e / ou com desconto a organizações sem fins lucrativos que trabalham para resolver desafios urgentes em nossas cidades onde o transporte pode desempenhar um papel especialmente importante - criando novos caminhos para ajudar as pessoas a obter acesso a informações vitais e necessidades, como empregos, alimentação saudável ou alívio de desastres naturais. 

O programa foi anunciado em 17 de outubro e já opera em cidades dos Estados Unidos e Canadá.

A plataforma não presta serviços no Brasil.