Nova patente indica possível fone com tecnologia de condução óssea da Apple

Nova patente indica possível fone com tecnologia de condução óssea da Apple

Por RODRIGO DHAKOR

De acordo com um registro de patente feito pela marca nos Estados Unidos, a Apple está trabalhando em um fone de ouvido que transmite som por meio de condução óssea. 

O recurso utiliza as vibrações em partes do crânio que são interpretadas pelo cérebro como áudio comum, sendo uma possibilidade para pessoas com alguma deficiência auditiva ou até mesmo para utilizar debaixo d'água, já que não exige alto-falantes.

A tecnologia não é novidade na indústria, mas a patente da fabricante descreve uma versão bastante avançada. Para isso, a ideia é utilizar junto à transmissão de som pelo ar, eliminando limitações e melhorando o áudio.

O uso de transmissão de som da forma convencional, segundo o documento, poderia reduzir a restrição de frequência na condução óssea. Embora qualquer pessoa possa ouvir os sons conduzidos pelo crânio, há limitação para tons agudos, além da faixa de 4 kHz. Sendo assim, a faixa dos 4 kHz aos 20 kHz percebidos pelo ouvido humano ficam descobertas.

(Fotos Apple Insider)

Em tese, um fone capaz de aliar os dois modos de transmissão poderia reproduzir graves de um jeito e sons mais complexos de outro. A Apple chama a invenção de "Estimulação de áudio de caminhos múltiplos usando compressores de áudio" (Multipath audio stimulation using audio compressors, em inglês).

Antes, a Apple já havia registrado patentes relacionadas em pelo menos duas outras ocasiões, em 2014 e 2015, enquanto essa foi registrada ainda em 2018. Mas, apesar de a empresa pesquisar a tecnologia há anos, nenhum produto equipado com ela foi lançado até hoje. Os fones Bluetooth totalmente sem fio AirPods e AirPods Pro, por exemplo, reproduzem áudio de maneira convencional e, por ora, não está confirmado que o recurso vá de fato chegar ao mercado.

Vale lembrar que rumores recentes apontam para um novo headphone da Apple, o Apple Studio. O modelo teria um design modular e sensor de movimentos. Além disso, sendo um over-ear, facilitaria a presença de tecnologias como a de condução óssea. Outro produto da marca que poderia trazer o recurso é o Apple Glasses, óculos de realidade virtual que é alvo de especulação há meses.