PayPal anuncia transações com criptomoedas

PayPal anuncia transações com criptomoedas

Por RODRIGO DHAKOR

Na última quarta-feira (21), o PayPal anunciou que entrará no mercado de criptomoedas com o objetivo de popularizar a função, e para que seus clientes possam comprar, vender e manter moedas digitais na plataforma. Por enquanto, a novidade estará disponível primeiro nos Estados Unidos e deve chegar a outras regiões no início de 2021.

O Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York concedeu ao PayPal um "Bitlicense" condicional.

Inicialmente, o PayPal trabalhará com criptomoedas selecionados, tais como Bitcoin, Bitcoin CashEther e Litecoin. Para habilitar o serviço nos Estados Unidos, a empresa trabalha em parceria com a Paxos Trust Company, com sede em Nova York, para atuar na intermediação dos negócios.

Em comunicado, a empresa informa que expandirá as transações por criptomoedas para o Venmo, serviço de pagamentos do PayPal, e, assim, oferecer o recurso em outros mercados já no primeiro semestre de 2021.

(Foto Getty Images)

"Estamos ansiosos para trabalhar com bancos centrais e reguladores em todo o mundo para oferecer nosso apoio e contribuir significativamente para moldar o papel que as moedas digitais desempenharão no futuro das finanças e comércios globais", diz o presidente e CEO do PayPal, Dan Schulman.

Nos Estados Unidos, os interessados deverão no momento entrar numa lista de espera. Tarifas não serão cobradas para manter as moedas digitais na conta. A empresa também informa que irá zerar a taxa de transação (compra e venda) até o dia 31 de Dezembro de 2020.

"A partir do início de 2021, nossos clientes poderão usar suas reservas em criptomoedas como fonte de financiamento para pagar aos 26 milhões de comerciantes do PayPal em todo o mundo", diz um comunicado.

"Os comerciantes não terão integrações ou taxas adicionais, pois todas as transações serão liquidadas em moeda fiduciária de acordo com as taxas atuais do PayPal", completa.

Os pagamentos serão liquidados usando moedas fiduciárias, como o dólar. Logo, os comerciantes não receberão pagamentos em moedas virtuais.

Depois que o PayPal permitiu a movimentação de criptomoedas em suas carteiras digitais, o Bitcoin superou no mesmo dia sua máxima histórica em reais, chegando a R$ 71.265. 

No câmbio da quarta-feira (21), para efeito de comparação, um Bitcoin equivalia a aproximadamente R$ 69 mil. A moeda digital, inclusive, teve valorização de 5% após o anúncio e ultrapassou o valor de U$ 12 mil nos Estados Unidos. A novidade do PayPal é esperada, pelo menos, desde Junho deste ano.