Primeiro Spacewalk só de mulheres é realizado na NASA

Primeiro Spacewalk só de mulheres é realizado na NASA

Por RODRIGO DHAKOR

Por Rodrigo Dhakor

As astronautas da NASA Christina Koch e Jessica Meir se aventuraram do lado de fora da Estação Espacial Internacional (ISS) na manhã da última sexta-feira (18) para embarcar na primeira caminhada espacial da história a ser conduzida inteiramente por mulheres. 

O spacewalk, também conhecido como "atividade extra-veicular" (EVA), havia sido programado para o dia 21 de outubro, mas a NASA antecipou a missão para o dia 18. E tivemos que esperar bastante por esse momento: já se passaram sete meses desde que a NASA teve que cancelar a caminhada feminina, que deveria ter acontecido em março.

 

Na ocasião, a ISS tinha apenas um traje espacial de tamanho médio a bordo, então não seria possível usar um tamanho grande no caso da astronauta companheira, que usava tamanho médio também.

Dessa vez, a NASA enviou um segundo traje espacial adequado para o corpo das astronautas, garantindo assim o spacewalk histórico. A tarefa foi antecipada do dia 21 para o dia 18 porque uma das novas baterias, instaladas por outros astronautas dias antes, não estava funcionando muito bem.

Um instrumento necessário para carregar e descarregar a bateria estava defeituoso e, com isso, a estação estava perdendo energia em um dos oito canais usados ​​para fornecer eletricidade à ISS.

Portanto, Koch e Meir foram enviadas um pouco mais cedo para substituir essa unidade de carga/descarga e deixar o canal de energia funcionando novamente. A missão teve um total de sete horas e 17 minutos de duração.

(Fotos NASA)

Durante a caminhada, as astronautas receberam uma ligação da Casa Branca, na qual o presidente dos Estados Unidos parabenizou a dupla. "Vocês duas são mulheres muito corajosas e brilhantes e representam esse país tão bem… estamos muito orgulhosos de vocês... o que vocês fazem é realmente algo muito especial. Então, primeiro a Lua e depois vamos a Marte. Obrigado a ambas", disse Donald Trump.

Quando perguntada sobre seu próximo sonho (depois de se tornar astronauta da ISS), Meir disse: "Outro sonho seria ir para a lua. Essa é sempre a imagem que eu tive desde o primeiro desenho que fiz quando disse que queria ser astronauta. na primeira série. "

Mas afinal, por que demos tanta importância para a primeira caminhada espacial realizada apenas por mulheres? É que, desde as primeiras viagens de humanos no espaço, 227 pessoas deixaram as naves espaciais para realizarem algum tipo de atividade extra-veicular. Dentre todas essas pessoas, apenas 14 eram mulheres.

A NASA tem um plano ambicioso para enviar a primeira mulher e o próximo homem para a lua em 2024, por meio de seu programa Artemis. Essa é uma linha do tempo muito dependente do financiamento e do ritmo de desenvolvimento do sistema de foguetes projetado para enviar astronautas ao nosso vizinho lunar.

"É claro que seria um sonho meu e tem sido a minha vida inteira", disse Koch sobre ir à lua. "Mas por enquanto vou me contentar em saber que provavelmente conhecerei a primeira mulher a andar na lua." 

Koch disse que não sabia como o processo de seleção funcionaria, mas que todo astronauta da NASA é extremamente qualificado.

Koch e Meir são grandes amigas e vêm da mesma turma de astronautas de 2013. Há uma chance de que a amizade possa se estender até a lua. O administrador da NASA, Jim Bridenstine, sugeriu em agosto que a agência espacial consideraria uma tripulação feminina para Artemis.